A+ | A-

Idoso intercâmbio: “virei exemplo para a família”

Ubirajara Selbach Machado, 67, tinha um velho sonho guardado há 40 anos: estudar fora do Brasil em um intercâmbio. Em 2013 decidiu colocá-lo em prática. Desde então ele vive e estuda inglês em Dublin, Irlanda.

Idoso intercâmbio_OPA_Ubirajara_

Arquivo Pessoal

Há mais de dois anos na Europa, Ubirajara superou as expectativas de seus familiares e amigos. “Eles diziam que eu não duraria aqui. Chegaram até a apostar que eu não completaria um mês. Hoje eles me parabenizam e eu virei exemplo para a família. Tenho parentes com mais de 50 anos que se inspiraram em mim e dizem que também farão essa aventura um dia”, explicou.

A decisão de viajar foi tomada após um período de dificuldade. “Eu pensava nisso desde a minha juventude, mas não foi possível realizar esse desejo antes por causa de contas pendentes e falta de estabilidade. Entre 2011 e 2013 eu tive várias perdas na família e me vi sozinho. Percebi que era a hora de investir nisso”, conta.

De início, quando entrou na sala de aula os demais alunos pensaram que ele era o professor. Ubirajara relembra isso como um fato engraçado e diz que logo se enturmou com a turma de idade média de 20 a 30 anos. Inclusive passou a morar no formato de república estudantil.

Para quem tem o mesmo sonho, mas medo por não saber a língua estrangeira, Ubirajara é um exemplo inspirador. Com praticamente nenhum conhecimento em inglês, ele começou do zero. Hoje já consegue até viajar sozinho pelos países.

 

Quais são os seus planos para o futuro?

Em agosto desse ano Machado termina a viagem e retorna ao Brasil, mas já tem planos de continuar estudando inglês. O próximo destino, segundo ele, é viajar para os Estados Unidos.

Quem quiser conhecer mais sobre essa viagem de Ubirajara, ele compartilha suas experiências no Facebook pelo grupo “Bira na Irlanda“.

 

Fonte: UOL

Idoso intercâmbio, OPA